Loading...

domingo, 13 de fevereiro de 2011

A Bruxa e o Inquisidor

Era uma noite fria e escura, primeira noite de lua cheia, na pequena e pacata vila de Filan. Estava tudo normal, ate 03h00min da manha quando um barulho de acidente de carro muda a rotina da Rua Maremotriz, os moradores acordam assustados, vão as janelas vêem o que aconteceu, mas o estranho era que não tinha nenhum carro, nenhum acidente, ninguém na rua. Os moradores se olham entre as janelas e voltam a dormir. Na manhã seguinte os murmúrios sobre tal acontecimento tomam conta da rua. Os comentários chegam aos ouvidos do morador mais velho da vila Jerry, um velho de aproximadamente 90 anos. -Senhor Jerry, você soube o que aconteceu?- pergunta um menino da vila ao entrar na sala de sua casa. -Não meu jovem, o que houve? -Às três da manhã, meu pai levantou da cama, foi à sala. Estava no meu quarto ouvi um som alto de um acidente grave de carro, o pai mandou ficar na cama, não demorou muito ele voltou, eu perguntei a ele o que houve e ele me disse que nada. Mas eu ouvi atrás da porta quando ele ficou a sós com a mãe e disse que não tinha nenhum acidente. Que o barulho fora real, mas não tinha ninguém na rua, nem um gato se quer. Jerry já presenciara a mesma cena quando tinha a mesma idade do garoto, mas fingiu não saber de nada. - Não soube desse fato meu jovem, é algo realmente estranho. Mas não comentaremos mais nada sobre tal assunto. Volta a brincar com seus amigos vai. -fazendo um gesto com a mão pra ele sair. Novamente naquela noite na mesma hora o mesmo fato com o acréscimo de gritos desesperados, novamente os moradores vão às janelas e ficam com medo e receosos, mas nenhum se encoraja sair da casa.Mas tarde neste dia um dos chefes da vila vai ate o Jerry considerado o ancião.-Jerry temos que conversar você sabe o que esta acontecendo, não pode omitir isso. Jerry fumando um cachimbo deu algumas tragadas. -Meu caro Dennis, você sabe que isso não vai parar, não posso fazer nada! -Mentira!Você pode e você sabe, por que não quer parar com isso!? -Não tenho autoridade. -Autoridade com que? -Não sei. Exatamente, não posso ajudar por que não sei com o que estamos lhe dando.-Seu velho inútil, não quer nos ajudar, pois não nos ajude! Dennis sai da sala e bate a porta. Chega a casa alterado, sua mulher percebe. -O que ele disse? -Nada, não vai nos ajudar! -Por quê? - Porque ele é um velho inútil!Não vou ficar esperando ele tomar uma atitude ficarei na frente da casa e vou descobrir o que é isso! Dito e feito, Dennis pega um cadeira, coloca na frente da casa, faz um café forte, pega um rifle e fica esperando. Noite escura nenhum barulho, nem um gato no meio da rua, nem cigarras cantando.Com o silêncio Dennis adormece, por volta das 03:00 as luzes da rua apagam, um barulho de um carro freando bruscamente, em seguida uma batida, uma explosão, escuta-se uma porta de carro abrindo e gritos, as luzes acendem novamente e os gritos cessam. Dennis acorda assustado o fato passa em segundos, ele não viu nada. Fica procurando alguma pista, mas não encontra, desiste e volta ao seu posto. Cedo da manha, Jerry estava na Rua Maremotriz chega perto de Dennis. - Hei acorda. Dennis se assusta, olha pra Jerry. - O que você veio fazer aqui, Jerry? -Ouvi o que aconteceu ontem, não sei como posso ajudar, mas sei da estória. - Sabe e vai me contar?- Dennis começou a juntar suas coisas e entra em sua casa, Jerry indo atrás. -Vou se você me oferecer um café. - Sente-se, já faço o seu café. Jerry sentou-se a mesa, em instantes seu café estava pronto. -Conta-me Jerry, o que esta havendo?- juntando-se a mesa. -Há 80 anos, quando tinha a mesma idade de seu filho, ocorreu o mesmo fato, meu pai me contou a estória. -E qual é o conto dessa vez?-Na voz de Dennis tinha certo tom de sarcasmo. -Bom Dennis, conta à lenda que no século XIV, no auge da inquisição havia uma bruxa que morava nesta vila, que na época era um simples vilarejo. Como todos sabem as bruxas eram perseguidas, mas esta não se deu por vencida e muito menos se deixou ser pega facilmente. -Qual foi o crime dela? -O crime?Ser ela mesma diante de todos e desafiava a lei da igreja chegando a envenenar um padre. -Ousada ela não? -Ousadia era pouco pra ela.Ela realmente tinha coragem.Enfim voltando a lenda.Um dia a bruxa estava andando pela rua, indo fazer algumas compras pra suas poções, mas certamente como nos últimos dias ela não estava só, estava sendo perseguida por inquisidores. -O que acontece a seguir, ela é queimada?-Novo tom de sarcasmo. -Deixa ser sarcástico e ouça-me! -Continue. -Nesse dia quando voltava a sua casa, os inquisidores bateram em sua porta, queriam entrar, mas ela os deteve, mesmo assim foram bruscos entraram casa adentro.A bruxa manteve-se calma, não queria dar o gosto a eles de seu medo por mais que estivesse.Os inquisidores ameaçando ela de todas as formas, por seu castigo não tinha escapatória já havia envenenado o padre.O único jeito ate então era se render. -Mas ela não se redeu. -Não, acusada de bruxaria e sendo uma, usou seus feitiços, juntou alguns condimentos ao caldeirão rapidamente e produziu fumaça esverdeada, aproveitou a situação e saiu da casa correndo.Os inquisidores foram atrás, era dez contra um, a bruxa correu o mais rápido que pode e desviando deles, entrando nas ruas escuras e pequenas, numa desses desvio que ela fez deu numa rua sem saída, sem o que fazer a bruxa ficou parada ali pensando o que faria, o tempo era curto e os inquisidores chegaram, ficaram discutindo a bruxa profetizando palavras, fazendo de tudo que estava a sua mão para deixar acudido.Não deu certo a bruxa era tão procurada que novos inquisidores chegaram com tochas, armas, arco e flechas com fogo. -O que ela fez? -Era o fim dela, não tinha como escapar, um dos inquisidores mandou amarrá-la, disse a ela que não teria o julgamento digno de uma bruxa, ou seja, a fogueira. -Se não foi à fogueira e nenhum outro método de tortura restou-lhe o que? - Não foi digna da fogueira, mas morreu queimada. -Como? -As flechas com fogo, o inquisidor que mandou amarrá-la fez o mesmo mandando jogar-lhe as flechas. -Foi só? -Não!Depois de matá-la, os inquisidores levaram-na ao chefe, que queria ter a certeza que ela estava morta. Jogou ela num poço abandonado, pra certificarem-se colocaram terra por cima. -Ta, mas o que isso tem haver com o barulho do acidente. -Pra que a pressa? -Então continue a lenda. -Nada foi por acaso, a bruxa tinha um poder extraordinário, dizem que ela saiu completamente viva do poço sete dias. Mas voltou com uma nova identidade. Não era, mas a bruxa e sim uma simples camponesa. -Ela voltou pra se vingar. -Como era de se prever não?Ela foi aos mosteiros, como pobre camponesa pedir um trabalho em troca de abrigo e comida, sua intenção era de achar o inquisidor que mandou matá-la. Logo descobriu que ele viajou, mas voltaria nos dias seguintes. Quando voltou estava debilitado, quase a morte por uma doença desconhecida da época, durou apenas dois meses. -Então ela não se vingou? -E nem pode ao menos vê-lo morrer, foi mandada procurar mais camponeses nas cidades vizinhas pra fazer um acordo com a igreja, pra ter mais terras, quando ela voltou o inquisidor já tinha sido enterrado.Desde então o que ela procura é a alma desse inquisidor pra se vingar.E o que isso tem haver com o barulho do acidente, um fato que não sei se é real, mas o espírito da bruxa ataca a todos que se parece fisicamente e articuladamente como ele, ocasionando acidentes.Este do carro é simples, dizem que um jovem da sua idade estava andando de carro, quando olhou pelo retrovisor e a viu, bateu o carro que vinha na direção contraria e os dois pegaram fogo.Pelo que sei, ela nunca mais atacou ninguém. -Por que o jovem rapaz era a reencarnação do inquisidor? Jerry terminou seu café e só deu um sorrisinho. -Essa é a lenda. - E porque o barulho? -A bruxa faz a cena, aparecer sempre no mesmo mês. É uma maldição que ela profetizou antes de ser morta, que quem a ordena a morte veria a morte na sua frente. Como o tempo passou a morte no caso é o acidente pro jovem. Porem ela faz a cena aparecer pra não esquecer o que realmente tem que fazer. -Então isso vai parar mês que vem? -Talvez? -Como talvez? -A bruxa prometeu que não sossegaria, enquanto o inquisidor pedisse perdão a ela, portanto enquanto ela não achar a alma do inquisidor e fazê-lo pedir perdão acontecimentos estranhos vão continuar. -Não entendi. -Se você acredita em outras vidas... -Eu creio, disse em reencarnação... -Então vai entender que por mais que a alma do inquisidor volte à vida, a bruxa o perseguirá e vai trazê-lo a morte novamente ate que consiga seu perdão. -Você quer dizer que... -Outra coisa só vê a cena o inquisidor, portanto o barulho não é o problema e sim ver a cena. - O que acontece com quem vê a cena? -Dennis já contei a lenda, obrigado pelo café, mas devo ir. A lenda deixou Dennis intrigado, será que a bruxa estava novamente à procura do inquisidor, ou apenas quer assustá-lo quer onde ele esteja. Na mesma noite Dennis com a lenda fresca em sua cabeça, repetiu o mesmo ato de ficar em frente a sua casa, queria provas. Noite mais escura do que as anteriores, fria, nuvens acobertavam o céu, tinha algo estranho no ar, todos os morados foram deitar cedo. Novamente pela terceira noite consecutiva nenhum barulho na rua, nem sinal de vida exceto pelo Dennis que já adormecera. No horário de sempre, ás 03h:00min da manhã, as luzes se apagam, Dennis acorda num solavanco. Vê um carro cinza, vindo a toda velocidade, farol apagado, aparece outro carro menor, branco, a freada brusca do carro cinza e finalmente a batida. O fogo se expande labaredas altas, sai do carro cinza um homem, Dennis tenta ver quem era, mas não foi necessário forçar a visão, o homem saiu do carro pegando fogo, gritando e vinha em sua direção.Dennis ficou parado, procurou ver se alguém estava vendo a cena, parecia que ninguém tinha ouvido, voltou seu olhar ao homem que tinha sumido, os carros ainda pegando fogo, os gritos cessaram.Dennis vira-se e encontra o homem pegando fogo, fica paralisado com o susto.Mas o homem fantasma fixou seu olhar no dele. Dennis, com medo não receou se quer mexer, o fantasma ficou ali parado ate que agarrou Dennis, que começou sentir seu corpo pegar fogo, gritava, pedia por socorro, mas o fantasma apenas ria diabolicamente dele. -Não adianta fugir, segurei você pelo resto de minha vida peça perdão e você sobreviverá! -Não sou quem você pensa! -Que assim seja! E no minuto seguinte, Dennis completamente carbonizado caído no chão, os carros tinham sumido. Na manhã seguinte, o corpo foi a discussão. Jerry que veio acompanhar o ocorrido, quando a só ficou com corpo, abaixou, sussurrou em seu ouvido. -Eu avisei, inquisidor deveria ter-me pedido desculpa!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Friedrich Nietzsche

1."A filosofia é o exílio voluntário entre montanhas geladas."

2."Nós, homens do conhecimento, não nos conhecemos; de nós mesmo somos desconhecidos."

3."Não me roube a solidão sem antes me oferecer verdadeira companhia."

4."O amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas não são."

5."Como são múltiplas as ocasiões para o mal-entendido e para a ruptura hostil!"

6."Deus está morto. Viva Perigosamente. Qual o melhor remédio? - Vitória!".

7."Há homens que já nascem póstumos."

8."O Evangelho morreu na cruz."

9."A diferença fundamental entre as duas religiões da decadência: o budismo não promete, mas assegura. O cristianismo promete tudo, mas não cumpre nada."

10."Quando se coloca o centro de gravidade da vida não na vida mas no "além" - no nada -, tira-se da vida o seu centro de gravidade."

11."Para ler o Novo Testamento é conveniente calçar luvas. Diante de tanta sujeira, tal atitude é necessária."

12."O cristianismo foi, até o momento, a maior desgraça da humanidade, por ter desprezado o Corpo."

13."A fé é querer ignorar tudo aquilo que é verdade."

14."As convicções são cárceres."

15."As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras."

16."Até os mais corajosos raramente têm a coragem para aquilo que realmente sabem."

17."Aquilo que não me destrói fortalece-me"

18."Sem música, a vida seria um erro."

19."E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música."

20."A moralidade é o instinto do rebanho no indivíduo."

21."O idealista é incorrigível: se é expulso do seu céu, faz um ideal do seu inferno."

22."Em qualquer lugar onde encontro uma criatura viva, encontro desejo de poder."

23."Um político divide os seres humanos em duas classes: instrumentos e inimigos."

24."Quanto mais me elevo, menor eu pareço aos olhos de quem não sabe voar."

25."Se minhas loucuras tivessem explicações, não seriam loucuras."

26."O Homem evolui dos macacos? É, existem macacos!"

27."Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal."

28."Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura."

29."Torna-te quem tu és!"

30."Cada pessoa tem que escolher quanta verdade consegue suportar"

31."O desespero é o preço pago pela autoconsciência"

32."O depois de amanhã me pertence"

33."O padre está mentindo."

34."Deus está morto mas o seu cadáver permanece insepulto."

35."Acautela-te quando lutares com monstros, para que não te tornes um."

36."Da escola de guerra da vida: o que não me mata, torna-me mais forte."

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

SOL EM LEÃO, ASCENDENTE EM SAGITÁRIO – GENEROSIDADE E FÉ

De acordo com seu horário de nascimento, Priscila, seu signo ascendente é Sagitário que, combinado ao signo de Leão, sugere uma qualidade viva, alegre, intuitiva e que tem muita necessidade de vida em torno de si. Tanto elemento Fogo (Leão e Sagitário são ambos fogosos) sugere também um bom coração, generosidade e um imenso desejo de liberdade, mas também há outros pontos não tão bonitos que devem ser trabalhados: o principal diz respeito à necessidade de encarar e aceitar alguns limites, uma certa ingenuidade egocêntrica e provavelmente uma dificuldade para lidar com a realidade das coisas. Sagitário ascendente lidam mal com coisas como "impossibilidades" ou "limites", e você pode se tornar uma pessoa muito deprimida quando o mundo não é da forma que você imaginou.

Um interesse natural pela espiritualidade é outra manifestação desta sua combinação, Priscila. Mas é preciso trabalhar também com um sentido mais realista das coisas. Sob muitos aspectos, o Fogo é exageradamente imaginativo, e precisa aprender que o mundo não é nenhuma Disneylândia.

Cuidado para não incorrer no erro de defender verdades absolutas. Isto em você até que não ocorre por maldade, mas antes por ingenuidade e por deslumbramento. Você tem um lado "viajante" natural, que funciona tanto a nível físico (muitas viagens para lugares diferentes) quanto mental (uma cabeça fantasiosa é uma marca natural desta combinação tão fogosa).

Uma qualidade otimista, que vê o lado bom das coisas e das pessoas, é marcante quando o ascendente é Sagitário. Cuidado apenas para não se chocar e se deprimir ao perceber que nem tudo é tão "bonito" quanto você pensa...

domingo, 22 de agosto de 2010

Clarice Lispector

Rifa-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque que insiste em pregar peças no seu usuário.
Rifa-se um coração que na realidade
está um pouco usado, meio calejado, muito machucado
e que teima em alimentar sonhos, e cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente
que nunca desiste de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado,
coração que acha que Tim Maia estava certo
quando escreveu... "não quero dinheiro,
eu quero amor sincero, é isso que eu espero...".
Um idealista...
Um verdadeiro sonhador...
Rifa-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece,
e mantém sempre viva a esperança de ser feliz,
sendo simples e natural.
Um coração insensato que comanda o racional
sendo louco o suficiente para se apaixonar.
Um furioso suicida que vive procurando relações
e emoções verdadeiras.
Rifa-se um coração que insiste
em cometer sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo em nome de causas e paixões.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado. Tantas vezes impulsivo.
Rifa-se este desequilibrado emocional que,
abre sorrisos tão largos que quase dá pra engolir as orelhas,
mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado,
ou mesmo utilizado por quem gosta de emoções fortes.
Um órgão abestado
indicado apenas para quem quer viver intensamente
e, contra indicado para os que apenas pretendem passar pela vida
matando o tempo, defendendo-se das emoções.
Rifa-se um coração tão inocente
que se mostra sem armaduras e deixa louco o seu usuário.
Um coração que quando parar de bater
ouvirá o seu usuário dizer para São Pedro na hora da prestação de contas:
" O Senhor poder conferir", eu fiz tudo certo,
só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal
quando ouvi este louco coração de criança
que insiste em não endurecer e, se recusa a envelhecer".
Rifa-se um coração, ou mesmo troca-se por outro
que tenha um pouco mais de juízo.
Um órgão mais fiel ao seu usuário.
Um amigo do peito que não maltrate tanto o ser que o abriga.
Um coração que não seja tão inconseqüente.
Rifa-se um coração cego, surdo e mudo,
mas que incomoda um bocado.
Um verdadeiro caçador de aventuras que,
ainda não foi adotado, provavelmente,
por se recusar a cultivar ares selvagens ou racionais,
por não querer perder o estilo.
Oferece-se um coração vadio, sem raça, sem pedigree.
Um simples coração humano.
Um impulsivo membro de comportamento até meio ultrapassado.
Um modelo cheio de defeitos que,
mesmo estando fora do mercado,
faz questão de não se modernizar, mas vez por outra,
constrange o corpo que o domina.
Um velho coração que convence seu usuário
a publicar seus segredos e, a ter a petulância
de se aventurar como poeta.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Carta De Uma Bruxa

Eu sou uma bruxa. Não trabalho para o demônio, não estou interessada em Satã .
Satã foi inventado pelos cristãos . Satanismo é uma forma de cristianismo.
Eu não sou um cristão.
Eu não vou a igreja aos domingos. Jesus não é meu salvador. Ele foi um simples homem sagrado e bom que viveu a 2000 anos atrás.
Eu não temo ir para o inferno porque eu acredito no inferno tanto quanto
acredito no Satã.
Eu acredito em reencarnação; que voltarei para este mundo ou outro, e viverei outra vida.
Eu não sou má.
Dizer as pessoas que eu sou uma "boa bruxa" ou perguntar
me se sou uma boa bruxa implica que há más bruxas.
Há pessoas más no mundo , e há pessoas que escolhem usar com as forças da natureza no propósito para fazer mal aos outros; essas pessoas não são bruxas.
A lei principal da bruxa é "Faça o que quiseres sem a ninguém prejudicar"
Por favor não me pergunte sobre sacrifício de gatos ou profanação igrejas.
Eu amo meus gatos. E eu não vou a igrejas e sinagogas a menos um amigo de outra religião me convide para uma ocasião especial .
E se tenho que entrar numa igreja, eu não vou sofrer um "ataque divino".
E se um cristão, ou um Judeu, ou um budista vem a um ritual pagão, nossos deuses não atacarão até morrer.
Não é isso algo a se pensar?
Vestir um pentáculo não é diferente que vestir uma cruz, crucifixo ou uma estrela de Davi. Se você quer que eu retire o símbolo da minha religião (e Wicca é uma religião, protegida pela mesma Primeira Emenda dos Direitos como outras religiões.) por que é ofensivo, você precisa fazer com que cada um de cada religião o faça também.
Os cinco pontos da estrela simbolizam os cinco elementos: Terra, Ar, Fogo e Água, e o quinto ponto é o Espírito. Circundado pelo Mundo.
Como que pode ofender, não dá para imaginar. Uma imagem de um torturado, um homem agonizando é mais ofensiva, e mesmo assim, milhares de pessoas usam crucifixos todo dia.
Também, não me pergunte se eu estou num coven com aquele jeito horripilante, meio aquele tom de voz "fascinada". Se eu quero falar sobre meu coven, eu irei educa-lá. Se sou um praticante solitário, eu não tenho coven para discutir.
Em qualquer caso, em nossos rituais temos velas, comida, bebida, poesias, dança...sim, há uma faca, mas ela só corta o ar, e não carne de alguém.
Eu não bebo sangue. Não sou a mesma coisa que vampiro. Eu visto preto porque isso mantém a negatividade fora e porque fica melhor em mim que laranja e bolinhas roxo/púrpura.
Se você quer me perguntar algo relacionado a minha religião, pergunte-me quando a próxima lua cheia vai chegar. Ou melhor, quando a próxima lua azul vai chegar. Ou pergunte o que a lua azul. E Pergunte-me sobre ervas. Cristais. Curas. As vezes me pedem para fazer uma poção do amor. Mas eu não lanço feitiços em outras pessoas e não lançarei um feitiço em você para ficar linda, magra, mais atraente . E eu não vou lançar um feitiço no seu "desejado" para fazer ele te amar . Acredite-me, você não quer isso. Isso é forma de manipulação , mandar em alguém , infringe na sua liberdade.
Não é bom para ninguém. E também não vou lançar um feitiço para alguém parar de fazer algo contigo. Magia funciona como uma co-criação. Uma bruxa funciona com energia universal, com os deuses, "inclinando" a máquina de probabilidade para algo.
Precisa de dinheiro? Não tente enfeitiçar seu chefe a dar um aumento. Simplesmente peça ao Universo que aumente os "fluidos" de abundância e prosperidade em sua direção . Isso não afeta ninguém.
Última coisa; dar-me um livro sobre a inquisição é como dar um livro sobre o Holocausto a um judeu. Não é engraçado, é rude.
Por favor não tente me deixar envergonhada com o que faço ou o que sou.
Por favor não tente me converter ou me "salvar". Não atire água benta em mim. Não me deixe "santinhos" sobre minha mesa ou pára-brisa. Eu não necessito ser salva.
Nós somos orgulhosas pelo fato de não precisarmos recrutar pessoas para serem bruxas.
Nós simplesmente somos, e todos a nossa volta nos verão com pensamos, como agimos, na nossa paz interior, e só quando uma pessoa diz "como faço para me tornar um bruxa?" nós fazemos ela adentrar conosco. Eu nunca irei deixar uma propaganda da religião com alguém. Eu não tenho uma propaganda, a não ser que considere esta carta como uma. E eu não estou interessada em converte-lo. Eu só peço a você que me compreenda. E se não quiser me compreender, apenas me deixe sozinha.
Abençoados sejam !

Uma bruxa

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Evanescence - Missing

http://www.youtube.com/watch?v=qpxHzZ11qLo&feature=related

Please, please forgive me,
But I won't be home again.
Maybe someday you'll look up,
And, barely conscious, you'll say to no one:
"Isn't something missing?"

You won't cry for my absence, I know -
You forgot me long ago.
Am I that unimportant?
Am I so insignificant?
Isn't something missing?
Isn't someone missing me?

Even though I'd be sacrifice,
You won't try for me, not now.
Though I'd die to know you loved me,
I'm all alone.
Isn't someone missing me?

Please, please forgive me,
But I won't be home again.
I know what you do to yourself,
I breathe deep and cry out,
"Isn't something missing?
Isn't someone missing me?"

Even though I'd be sacrifice,
You won't try for me, not now.
Though I'd die to know you loved me,
I'm all alone.
Isn't someone missing me?

And if I bleed, I'll bleed,
Knowing you don't care.
And if I sleep just to dream of you
I'll wake without you there,
Isn't something missing?
Isn't something...

Even though I'd be sacrifice,
You won't try for me, not now.
Though I'd die to know you loved me,
I'm all alone.
isn´t something missing?
Isn't someone missing me?

Voltando ao passado...

Você não chorará por minha ausência, eu sei
Você me esqueceu há muito tempo
Eu sou tão sem importância?
Eu sou tão insignificante?
"Algo não está faltando?"
Ninguém está sentindo a minha falta?

As coisas mudaram tão rápido, os sentimentos se confundem.
Não há mais tempo de ter medo, não há mais nada o que fazer
a vida esta seguindo e eu estou aqui parada com medo de acompanha-la
Porque ?
Eu deveria segurar em sua mão e me deixar guiar por seus passos
Seu sorriso me traz tanta paz e ao mesmo tempo uma tormenta que confunde minha alma tão cheia de cicatrizes.
Sinto sua falta, mas que diferença isso faz agora?
Você não vai mais voltar, e eu não posso mais te alcançar.
A parte que estava renascendo acaba de morrer, e o que eu fiz para evitar isso ?
Nada !
Afinal o que eu poderia fazer ?
Sou apenas mais uma perdida no meio de tantos outros.
Ontem a noite sonhei com você, por uma fração de segundos pensei que fosse real.
Seus olhos brilhavam, seu corpo continuava quente. . .
Mas acordei chorando, senti a dor de não te ter mais ao meu lado...
Lembrei da sensação de tocar seu corpo frio e sem vida numa tarde ensolarada de quinta feira...
Lembro-me ainda como se pudesse reviver toda aquela cena, te ver sendo enterrado...
Saber que não iria mais voltar, que tinha partido.
Todas aquelas pessoas com falsas lágrimas, todos aqueles rostos escondidos sobre óculos e lenços...
Tão inocentes, tão culpados...
Não percebem a dor que me causam com seu fingimento barato !
Nenhum deles entende e como poderiam ?
Nunca foram capazes de te ter.
Hoje nenhum deles lembra como estava lindo na manhã anterior, aposto como ninguém mais lembra do seu sorriso doce, do teu cheirinho de vida, do calor do teu abraço...
Ninguém mais lembra da suavidade da sua voz ao contar sobre seu passado ou a gargalhada gostosa ao sonhar com o futuro...
Sabe, tento acreditar que logo estaremos juntos novamente.
Acho que hoje é a unica coisa que me mantém viva, é imaginar que estaremos juntos de novo, que poderei segurar tua mão e ter a certeza que ninguém, absolutamente ninguém poderá destruir nossa amizade.
Eu te amo tanto, que não sei como surgiu tanto amor
Também não faço ideia de onde ele foi parar desde a sua partida, talvez o tenha levado consigo ao partir.
O fato é que não amo mais, e nem quero ou talvez queira não sei !
O medo sempre é maior que a vontade...
rsrs
Olha só pra mim agora, boba chorando pelo passado
Com uma vida toda pela frente ainda fico chorando, lamentando, sonhando...
Acabou não é mesmo ?
Não vai mudar em nada, não posso mudar nada !
Sabe que acho que mesmo se pudesse não mudaria.
Cresci com os erros, sofri e sobrevivi
Ou talvez não, provavelmente estou mais morta que você.
Mas como diz a musica.:

Eu sou tão sem importância?
Eu sou tão insignificante?
"Algo não está faltando?"
Ninguém está sentindo a minha falta?
Estou com frio...
Mas quero correr na chuva, quero lavar minha alma
Apagar tudo em mim.
Quero esquecer os sorrisos, são eles que causam minhas lágrimas.
Se nunca tivesse descoberto o amor, não teria descoberto a dor.
Os bons momentos que passei com você me trazem tanta dor.
Então o que devo fazer agora? Te odiar por te me mostrado a felicidade?
É sim, deveria te odiar...
Porque me ensinou a sorrir ?
Sabia que partiria antes de mim, e em vez de me ensinar a caminhar sozinha segurou minha mão cada vez mais forte !
Caminhar sozinha ? Não podia né ?
Como ensinar alguém a caminhar sozinho ? Se é pra ser sozinho não deve ter ninguém ensinando.
Ahh, sou tão estúpida !
Tão infantil, tão ingênua, tão despreparada, tão tão ...
Gostaria de ter a coragem de mudar tudo, seria tão melhor, tão mais fácil para todos nós.
E sabe que em alguma parte do dia de hoje tive essa coragem, quando senti a vontade de mudar tudo...
Um anjo chorou e por minutos quis não ouvir aquela voz a me chamar.
Não houve jeito, tive que atende-lo e ao pega-lo em meus braços senti você.
Agora apesar de muitas coisas passarem em minha cabeça, só existe uma coisa que gostaria de dizer:
- Perdoe-me !

Vou abraçar meu anjo agora, talvez possa te sentir novamente.
Estou precisando de um pouco de colo, e por menor que seja a chance de te-lo no momento. Preciso me segurar nela pra não cair de vez.